Estudos da Palavra de Deus
Estudos da Palavra de Deus
Estudos da Palavra de DeusHome

A -   A +        Imprimir   

Livro - Gênesis - Capítulo 3

Mortes no Reino dos Céus e no Reino Terreno.

• Sumário: 1. Introdução - 2. Primeiras e Últimas Mortes no Reino dos Céus - A Rebelião do Querubim - 2.1. A Árvore da Ciência do Bem e do Mal - O Querubim que Caiu - 2.2. A Queda do Querubim - A Manifestação de Satanás - 3. Primeira Morte no Reino Terreno - Morte da Humanidade - 3.1. Última e Eterna Morte - A Segunda Morte. 4. Conclusão

Acessar Arquivo .PDF

1. Introdução

A exposição ora desenvolvida traz o paralelo de eventos ocorridos no Reino dos Céus e no Reino Terreno.

Sempre atentar quando se lê e medita na Palavra de Deus, quanto aos tempos ou períodos de duração que possam abranger os eventos que são apresentados. Na Palavra de Deus, em um mesmo versículo, de um versículo para outro, de um capítulo para outro, enfim, há possibilidades de, entre um evento e outro ou, o evento em si mesmo, demandar instantes, dias, meses, anos, décadas, séculos, milênios etc. Por costume, existe a sensação de que os eventos na Palavra de Deus ocorrem em tempo imediato.

Se o leitor teve a oportunidade de conhecer, neste site, os temas relacionados aos capítulos iniciais do livro de Gênesis, estará acrescentando mais uma parte às revelações anteriormente apresentadas.

Os temas dos capítulos iniciais do livro de Gênesis, acima mencionados, são: Quando Deus disse: Haja Luz!; Criação e separação dos reinos - Reino dos Céus e Reino Terreno; Carne e sangue não herdam o Reino dos Céus; e Adão não foi enganado quando pecou - Adão sabia o que estava fazendo. Links dos temas no final da página.

De todo o anteriormente exposto, ramifica mais esse tema, sobre as primeiras e últimas mortes no Reino dos Céus e um no Reino Terreno. O tema tem relação com o descrito "Adão não foi enganado quando pecou - Adão sabia o que estava fazendo", onde poderia nesse inserir, entretanto, decidi separá-lo, usando uma parte do texto desse estudo.

Passarei às considerações.

◊ • • • • • • • • • • • • ◊

2. Primeiras e Últimas Mortes no Reino dos Céus - A Rebelião do Querubim

Propondo um sincronismo progressivo dos eventos ocorridos e narrados pela Palavra de Deus, farei, inicialmente, a transcrição de um trecho do conteúdo apresentado no tema "Adão não foi enganado quando pecou - Adão sabia o que estava fazendo". No Reino dos Céus, antes do SENHOR Deus criar o Reino Terreno, ocorreu uma rebelião. Não conseguimos, ainda, conceber a dimensão e tempo de duração desse evento.

Diante do que temos escrito na Palavra de Deus, durante o tempo da rebelião no Reino dos Céus, o SENHOR Deus criou o Reino Terreno e, o Querubim, que caiu, manteve acesso diante do SENHOR Deus. Durante esse mesmo tempo da rebelião, anjos foram convencidos pelo Querubim a rebelarem-se contra o SENHOR. Durante essa situação de rebelião, então, o Reino Terreno foi criado. Desde a criação do Reino Terreno foi revelado que em tempos futuros seria levantado o Messias, o Salvador Ungido e, a vitória desse Cordeiro do SENHOR Deus, ao mesmo tempo, determinaria o juízo com a condenação do Querubim e seus anjos, sendo todos expulsos do Reino dos Céus.

Assim, a vitória do Cordeiro, o Filho do Altíssimo, cumpriu toda a justiça do SENHOR Deus. Entre os eventos consequentes dessa justiça, está, repito, a expulsão do Querubim, que é Satanás, juntamente com os anjos que se rebelaram contra o SENHOR Deus, no Reino dos Céus.

O Querubim, agora, é Satanás, o Diabo, o príncipe deste mundo, o príncipe das potestades do ar, o deus deste século, o homicida, o adversário, o inimigo, o opositor, o enganador, o pai da mentira, a serpente, o grande dragão vermelho.

2.1. A Árvore da Ciência do Bem e do Mal - O Querubim que Caiu

O SENHOR Deus disse que todas as árvores existentes no jardim poderiam servir de alimento, exceto a árvore da ciência do bem e do mal. Sendo assim, inclusive, para a árvore da vida havia livre acesso, servindo de alimento. Somente para a árvore da ciência do bem e do mal foi imposta a proibição.

A árvore da ciência do bem e do mal representa figuradamente um ser - o querubim que caiu.

Nos livros dos profetas e outras passagens na Palavra de Deus são narrados os eventos da queda do querubim que tem sua apresentação figurada ou alegórica como uma árvore. Nos livros dos profetas temos os reis que caíram que são, também, alegorias da queda do querubim e seus seguidores. Abaixo, escolhi apenas um dos textos dos livros dos profetas para exemplificar e esclarecer como são identificadas as figuras e alegorias, unindo-se aos textos em outras passagens na Palavra de Deus. Após a queda de Satanás do Reino dos Céus (Evangelho de Lucas 10:18), não se achou mais lugar para a árvore da ciência do bem e do mal na Palavra de Deus. No livro do Apocalipse há menção apenas da árvore da vida no meio da praça (o Jardim do Éden é uma alegoria da praça da cidade celestial).

Livro do Profeta Ezequiel, capítulo 28, versículos 11-19, diz:
"11. Veio mais a mim a palavra do SENHOR, dizendo: 
12. Filho do homem, levanta uma lamentação sobre o rei de Tiro e dize-lhe: Assim diz o Senhor JEOVÁ: Tu és o aferidor da medida, cheio de sabedoria e perfeito em formosura. 
13. Estavas no Éden, jardim de Deus; toda pedra preciosa era a tua cobertura: a sardônia, o topázio, o diamante, a turquesa, o ônix, o jaspe, a safira, o carbúnculo, a esmeralda e o ouro; a obra dos teus tambores e dos teus pífaros estava em ti; no dia em que foste criado, foram preparados. 
14. Tu eras querubim ungido para proteger, e te estabeleci; no monte santo de Deus estavas, no meio das pedras afogueadas andavas. 
15. Perfeito eras nos teus caminhos, desde o dia em que foste criado, até que se achou iniquidade em ti. 
16. Na multiplicação do teu comércio, se encheu o teu interior de violência, e pecaste; pelo que te lançarei, profanado, fora do monte de Deus e te farei perecer, ó querubim protetor, entre pedras afogueadas. 
17. Elevou-se o teu coração por causa da tua formosura, corrompeste a tua sabedoria por causa do teu resplendor; por terra te lancei, diante dos reis te pus, para que olhem para ti. 
18. Pela multidão das tuas iniquidades, pela injustiça do teu comércio, profanaste os teus santuários; eu, pois, fiz sair do meio de ti um fogo*, que te consumiu a ti, e te tornei em cinza sobre a terra, aos olhos de todos os que te veem. 
19. Todos os que te conhecem entre os povos estão espantados de ti; em grande espanto te tornaste e nunca mais serás para sempre".
• "...fiz sair do meio de ti um fogo*...": Significa que o SENHOR removeu o Espírito Santo do querubim, fazendo-o sucumbir espiritualmente.

Livro do Profeta Ezequiel, capítulo 31, versículos 9-18, diz:
"9. Formoso o fiz com a multidão dos seus ramos; e todas as árvores do Éden, que estavam no jardim de Deus, tiveram inveja dele. 
10. Portanto, assim diz o Senhor JEOVÁ: Como te elevaste na tua estatura, e se levantou o seu topo no meio dos espessos ramos, e o seu coração se exalçou na sua altura
11. Eu o entregarei na mão da mais poderosa das nações, que lhe dará o tratamento merecido pela sua impiedade; o lançarei fora. 
12. E estranhos, os mais formidáveis das nações, o cortaram e o deixaram; caíram os seus ramos sobre os montes e por todos os vales, e os seus renovos foram quebrados por todas as correntes da terra; e todos os povos da terra se retiraram da sua sombra e o deixaram. 
13. Todas as aves do céu habitavam sobre a sua ruína, e todos os animais do campo se acolheram sob os seus ramos; 
14. Para que todas as árvores junto às águas não se exaltem na sua estatura, nem levantem o seu topo no meio dos ramos espessos, nem as que bebem as águas venham a confiar em si, por causa da sua altura; porque todos estão entregues à morte, até à terra mais baixa, no meio dos filhos dos homens, com os que descem à cova. 
15. Assim diz o Senhor JEOVÁ: No dia em que ele desceu ao inferno, fiz eu que houvesse luto; fiz cobrir o abismo, por sua causa, e retive as suas correntes, e elas detiveram-se; e cobri o Líbano de preto por causa dele, e todas as árvores do campo por causa dele desfaleceram. 
16. Ao som da sua queda, fiz tremer as nações, quando o fiz descer ao inferno com os que descem à cova; e todas as árvores do Éden, a flor e o melhor do Líbano, todas as que bebem águas se consolavam na terra mais baixa. 
17. Também estes com ele descerão ao inferno, a juntar-se aos que foram traspassados à espada; sim, aos que foram seu braço e que estavam assentados à sombra no meio das nações. 
18. A quem, pois, és semelhante em glória e em grandeza entre as árvores do Éden? Todavia, descerás com as árvores do Éden à terra mais baixa; no meio dos incircuncisos jazerás com os que foram traspassados à espada; este é Faraó e toda a sua multidão, diz o Senhor JEOVÁ". (destaques meus)

Livro do Apocalipse, capítulo 21, versículos 21-24, diz:
"21. E as doze portas eram doze pérolas: cada uma das portas era uma pérola; e a praça da cidade, de ouro puro, como vidro transparente. 
22. E nela não vi templo, porque o seu templo é o Senhor, Deus Todo-poderoso, e o Cordeiro. 
23. E a cidade não necessita de sol nem de lua, para que nela resplandeçam, porque a glória de Deus a tem alumiado, e o Cordeiro é a sua lâmpada. 
24. E as nações andarão à sua luz, e os reis da terra trarão para ela a sua glória e honra". (destaque meu)

Livro do Apocalipse, capítulo 22, versículos 1-3, diz:
"1. E mostrou-me o rio puro da água da vida, claro como cristal, que procedia do trono de Deus e do Cordeiro. 
2. No meio da sua praça e de uma e da outra banda do rio, estava a árvore da vida, que produz doze frutos, dando seu fruto de mês em mês, e as folhas da árvore são para a saúde das nações. 
3. E ali nunca mais haverá maldição contra alguém; e nela estará o trono de Deus e do Cordeiro, e os seus servos o servirão ". (destaques meus)

O SENHOR Deus, na sua Palavra, afirma que Adão e Eva, após comerem do fruto da árvore da ciência do bem e do mal, tornaram-se como eles.

Livro de Gênesis, capítulo 3, versículos 22-24, diz:
"22. Então, disse o SENHOR Deus: Eis que o homem é como um de nós, sabendo o bem e o mal; ora, pois, para que não estenda a sua mão, e tome também da árvore da vida, e coma, e viva eternamente, 
23. O SENHOR Deus, pois, o lançou fora do jardim do Éden, para lavrar a terra, de que fora tomado. 
24. E, havendo lançado fora o homem, pôs querubins ao oriente do jardim do Éden e uma espada inflamada que andava ao redor, para guardar o caminho da árvore da vida". (destaques meus) 

A serpente, quando seduziu Eva com suas palavras, aparentemente, não mentiu, dizendo que o SENHOR Deus não queria que Adão e Eva comessem do fruto da árvore da ciência do bem e do mal, senão, seriam como Deus.

Livro de Gênesis, capítulo 3, versículos 4 e 5, diz:
"4. Então, a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis. 
5. Porque Deus sabe que, no dia em que dele comerdes, se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal". (destaques meus)

Os olhos de Adão e Eva foram realmente abertos, conforme a afirmação da serpente, ou seja, Satanás não mentiu. Entretanto, Satanás, a serpente, mentiu quando disse que, quem comesse do fruto da árvore da ciência do bem e do mal não morreria. O SENHOR Deus disse que Adão e Eva, após comerem do fruto da árvore da ciência do bem e do mal, eram como Ele, Deus (Gênesis 3:22), conhecendo o bem e o mal.

Se o SENHOR Deus afirmou que quem comesse do fruto da árvore da ciência do bem e do mal morreria, por que Ele é Luz e Vida, mesmo conhecendo o bem e o mal?

A diferença está em que, Satanás, que já foi um querubim, tem esse conhecimento e por desobediência, inveja e cobiça, lhe foi removido o Espírito Santo*, o poder do SENHOR Deus, passando a ser um ser de trevas e morte. Satanás é o espírito deste mundo.
• "...lhe foi removido o Espírito Santo*...": O texto da Palavra de Deus que indica esse evento está no livro do profeta Ezequiel, capítulo 28, versículo 18, que diz: "...fiz sair do meio de ti um fogo, que te consumiu a ti, e te tornei em cinza sobre a terra..." - o SENHOR fez sair o Espírito Santo e isso o matou espiritualmente.

Qualquer ser terreno que comesse da árvore da ciência do bem e do mal, morreria, pois, aquele que come não é de origem celestial, filho ou anjos. Adão e Eva não eram filhos do SENHOR Deus. Adão e Eva foram abençoados, mas não santificados. Também, todos aqueles que eram do céu e comeram da árvore da ciência do bem e do mal, caíram junto com o querubim.

Comer do fruto da árvore da ciência do bem e do mal significa comer das palavras (frutos) que saem dela, da árvore. As palavras que saem das árvores (seres) são espíritos. Comer a Palavra de Deus é alimentar-se da Palavra da Vida - Espírito e Vida. Comer a palavra de Satanás é alimentar-se da palavra da morte - espírito e morte.

A ciência do bem e do mal é uma plenitude de conhecimento que o espírito do homem natural jamais alcançará ou compreenderá. Disso vem a loucura da sabedoria humana, da qual a Palavra de Deus fala, cujo ápice é parecer ser deus, querendo transformar este Reino de Trevas em um paraíso de paz. No Reino Terreno as luzes são artificiais, no Reino dos Céus as luzes são espirituais. Sem o Espírito Santo todo o conhecimento, toda a ciência fica na dimensão terrena, enquanto que, com o Espírito Santo, passa para a dimensão celestial.

Por isso, a máxima da Palavra de Deus quando afirma que a sabedoria do alto conhece a amplitude de duas sabedorias, a celestial e a terrena, enquanto que, a sabedoria terrena limita-se ao que é terreno.

Por isso, também, quando se lê a Lei de Moisés e a história dos eventos no Velho Testamento e não ter e nem aceitar a revelação e conhecimento dados pelo Espírito Santo, significa que a pessoa não tem este, o Espírito Santo. Sem o Espírito Santo, a Palavra de Deus em sua plenitude fica na compreensão terrena da letra natural, científica, teológica, filosófica, histórica natural etc.

Consequência disso são os inúmeros doutores da Palavra de Deus segundo a letra, o diploma e o anel no dedo exaltando títulos segundo os homens naturais, e não segundo o dom do Espírito Santo.

Carta 1 Coríntios, capítulo 2, versículos 11-16, diz:
"11. Porque qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus
12. Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus. 
13. As quais também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais
14. Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. 
15. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido. 
16. Porque quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo". (destaques meus)

Tudo o que se apresenta como conhecimento neste mundo, em todas as coisas que se possa imaginar, provém do fruto da árvore da ciência do bem e do mal. O conhecimento da verdade segundo a carne, a morte, que em nada acrescenta diante da verdade do Espírito Santo.

A amplificação do mal resume-se no ato de um ser carnal alimentar-se de um conhecimento que não pode resistir ou controlar, o qual, cujo ato de desobediência por inveja e cobiça contra o SENHOR Deus trouxe a morte espiritual.

2.2. A Queda do Querubim - A Manifestação de Satanás

Livro de Jó, capítulo 1, versículos 6-12, diz:
"6. E vindo um dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o SENHOR, veio também Satanás entre eles
7. Então, o SENHOR disse a Satanás: De onde vens? E Satanás respondeu ao SENHOR e disse: De rodear a terra e passear por ela. 
8. E disse o SENHOR a Satanás: Observaste tu a meu servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem sincero, e reto, e temente a Deus, e desviando-se do mal. 
9. Então, respondeu Satanás ao SENHOR e disse: Porventura, teme Jó a Deus debalde? 
10. Porventura, não o cercaste tu de bens a ele, e a sua casa, e a tudo quanto tem? A obra de suas mãos abençoaste, e o seu gado está aumentado na terra. 
11. Mas estende a tua mão, e toca- lhe em tudo quanto tem, e verás se não blasfema de ti na tua face! 
12. E disse o SENHOR a Satanás: Eis que tudo quanto tem está na tua mão; somente contra ele não estendas a tua mão. E Satanás saiu da presença do SENHOR". (destaques meus)

Incluo essa introdução com esse evento narrado no livro de Jó para confirmar a presença de Satanás diante do SENHOR Deus. Nesse tempo do evento de Jó, a cisão no Reino dos Céus já havia ocorrido, mas, o julgamento e expulsão de Satanás e seus anjos, ainda não. Conforme vamos meditando na Palavra de Deus, progressivamente, os textos e eventos são confirmados reciprocamente.

Livro do Apocalipse, capítulo 12, versículos 1-17, diz:
"1. E viu-se um grande sinal no céu: uma mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo dos pés e uma coroa de doze estrelas sobre a cabeça. 
2. E estava grávida e com dores de parto e gritava com ânsias de dar à luz. 
3. E viu-se outro sinal no céu, e eis que era um grande dragão vermelho, que tinha sete cabeças e dez chifres e, sobre as cabeças, sete diademas
4. E a sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do céu e lançou-as sobre a terra; e o dragão parou diante da mulher que havia de dar à luz, para que, dando ela à luz, lhe tragasse o filho. 
5. E deu à luz um filho, um varão que há de reger todas as nações com vara de ferro; e o seu filho foi arrebatado para Deus e para o seu trono
6. E a mulher fugiu para o deserto, onde já tinha lugar preparado por Deus para que ali fosse alimentada durante mil duzentos e sessenta dias. 
7. E houve batalha no céu: Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão; e batalhavam o dragão e os seus anjos
8. Mas não prevaleceram; nem mais o seu lugar se achou nos céus
9. E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o diabo e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele
10. E ouvi uma grande voz no céu, que dizia: Agora chegada está a salvação, e a força, e o reino do nosso Deus, e o poder do seu Cristo; porque já o acusador de nossos irmãos é derribado, o qual diante do nosso Deus os acusava de dia e de noite
11. E eles o venceram pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do seu testemunho; e não amaram a sua vida até à morte. 
12. Pelo que alegrai-vos, ó céus, e vós que neles habitais. Ai dos que habitam na terra e no mar! Porque o diabo desceu a vós e tem grande ira, sabendo que já tem pouco tempo. 
13. E, quando o dragão viu que fora lançado na terra, perseguiu a mulher que dera à luz o varão
14. E foram dadas à mulher duas asas de grande águia, para que voasse para o deserto, ao seu lugar, onde é sustentada por um tempo, e tempos, e metade de um tempo, fora da vista da serpente. 
15. E a serpente lançou da sua boca, atrás da mulher, água como um rio, para que pela corrente a fizesse arrebatar. 
16. E a terra ajudou a mulher; e a terra abriu a boca e tragou o rio que o dragão lançara da sua boca. 
17. E o dragão irou-se contra a mulher e foi fazer guerra ao resto da sua semente, os que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus Cristo".  (destaques meus)

Quanto ao texto do livro do Apocalipse, capítulo 12, manterei a interpretação apenas no que está relacionado ao tema ora apresentado.

  • Em Apocalipse 12:7, no Reino dos Céus, o Querubim ou Satanás é o líder de uma rebelião, juntamente com seus anjos.
  • O versículo seguinte, 8, afirma que os rebeldes não prevaleceram na batalha e nunca mais se achou lugar para eles no Reino dos Céus, ou seja, confirma que, mesmo durante a rebelião ainda estavam nos Céus.
  • O versículo 9 diz que Satanás e seus anjos foram precipitados na Terra, no Reino Terreno.
  • Os versículo 10 e 11 exaltam a vitória do Cordeiro vinculada aos eventos da batalha, ou seja, revelando, também, que o inimigo mesmo julgado e condenado, luta, tentando fazer prevalecer sua injustiça.
  • No versículo 12, temos a alegria do céu, mas, em sentido inverso, a tristeza para o habitantes da Terra. Satanás e seus anjos estão aqui para realizarem suas obras de destruição e morte.
  • O versículo 17 refere-se ao estabelecimento da Igreja do Senhor pelos Apóstolos do Cordeiro, os dias de hoje e o fim de tudo.

◊ • • • • • • • • • • • • ◊

3. Primeira Morte no Reino Terreno - Morte da Humanidade

Como uma alegoria ao que ocorreu no Reino dos Céus, Adão e Eva promoveram a morte de toda a humanidade, pois, deles, todos descenderiam.

Foi apresentada no estudo "Adão não foi enganado quando pecou - Adão sabia o que estava fazendo", a interpretação revelada do evento no qual Eva come do fruto da árvore da ciência do bem e do mal e Adão, em seguida, também come do mesmo fruto.

Decorre que, toda a descendência de Adão e Eva nasceria espiritualmente morta. Todas as gerações existentes sobre o planeta Terra estavam, por causa da única descendência, Adão e Eva, espiritualmente mortas, mesmo com a aparência de que vivem. A ressurreição dos mortos veio através do Senhor Jesus Cristo, o Cordeiro do SENHOR Deus Altíssimo.

A justiça e juízo do SENHOR Deus realizada pela obra da redenção através do Cordeiro Jesus Cristo trouxeram a condenação do Querubim (Satanás) e seus anjos e, ao mesmo tempo, a ressurreição e vida para todos aqueles que estavam espiritualmente mortos (primeira morte), dominados, escravizados e servindo ao poder das trevas, o mesmo poder e espírito de desobediência e morte que é o espírito de Satanás.

3.1. Última e Eterna Morte - A Segunda Morte

O último ato do juízo eterno será consumado com a condenação à morte eterna (a segunda morte) para todos aqueles que rejeitaram ao SENHOR Deus e seu Filho Jesus Cristo, o Salvador, desde o início da criação do Reino Terreno até o último dia, incluindo Satanás e seus anjos.

Livro do Apocalipse, capítulo 2, versículo 11, diz:
"Quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas: O que vencer não receberá o dano da segunda morte". (destaque meu)

Livro do Apocalipse, capítulo 20, versículo 6, diz:
"Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte, mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo e reinarão com ele mil anos". (destaque meu)

Livro do Apocalipse, capítulo 20, versículo 14, diz:
"E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte". (destaque meu)

Livro do Apocalipse, capítulo 21, versículo 8, diz:
"Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre, o que é a segunda morte". (destaque meu)

A primeira morte ocorre quando a pessoa nasce neste mundo. Todo aquele que nasce neste mundo, já nasce espiritualmente morto, pela descendência de Adão e Eva, como condenação pelo espírito do mundo, Satanás, que é o espírito da desobediência e morte que passa de geração para geração.

A vitória do Filho de Deus, o Cordeiro, quando ressuscitou, condenou e morte e o inferno, e seu senhor, Satanás. Todos aqueles que renunciassem ao mundo e recebessem a Palavra da Vida seriam feitos filhos de Deus e, o espírito de Satanás removido deles. Os filhos de Deus não possuem mais o espírito do mundo, Satanás, mas estão livres da condenação do juízo eterno e da morte eterna, que é a segunda morte.

Todos os atos que promoveram a morte de um terço dos anjos do Reino dos Céus, somados a todos aqueles que morreram no Reino Terreno, têm um só promotor: Satanás, o Querubim que caiu.

◊ • • • • • • • • • • • • ◊

4. Conclusão

Do exposto, temos que, a primeira morte no Reino dos Céus deu-se quando o SENHOR Deus removeu a vida do Querubim e seus anjos seguidores, sendo, então, transformados em seres de trevas espirituais, ou seja, espiritualmente mortos e à morte condenados para sempre.

A primeira morte, de toda a humanidade, até que a ressurreição em Cristo chegasse, no Reino Terreno, foi provocada pelo ato de desobediência de Eva e em seguida, de Adão. Ao comer o fruto da árvore da ciência do bem e do mau, o espírito de Satanás, que é a própria condenação e morte, entrou no homem. O fruto da árvore é figuradamente a palavra que emana da árvore da ciência do bem e do mal, ou seja, comer do fruto da árvore é alimentar-se do espírito de Satanás. Somente o poder do SENHOR Deus, pelo Espírito Santo, poderia remover esse espírito da condenação e morte, de Satanás, do corpo humano. Com a ressurreição e vida em Cristo, o ser humano deixa de ser escravo do poder do espírito deste mundo, que é Satanás, pelo qual estava eternamente condenado.

Assim, ao nascer neste mundo, o ser humano já nasce espiritualmente morto - essa é a primeira morte. Em Cristo, passa-se da morte para a vida. A morte não tem mais poder sobre aquele que é filho do SENHOR Deus, através de Jesus Cristo. O filho do SENHOR Deus e Pai não morre mais, passou da morte eterna para a vida eterna.

A segunda morte, que será a última, que é a morte eterna decorrente do juízo do SENHOR Deus através de Jesus Cristo, alcançará todos aqueles que negarem ao Pai e ao Filho. A segunda morte é o cumprimento da condenação do definitivo julgamento para todos aqueles que foram condenados à perdição eterna, no Reino dos Céus e no Reino Terreno.

Leitura complementar:
· Quando Deus disse: Haja Luz! (revisado e ampliado)
· Criação e separação dos reinos - Reino dos Céus e Reino Terreno. (revisado e ampliado)
· Carne e sangue não herdam o Reino dos Céus. (revisado e ampliado)
· Adão não foi enganado quando pecou. Adão sabia o que estava fazendo. (revisado e ampliado)
· O Precedente.

Sergio Luiz Brandão
Atualização: 24.03.2021

Livro On-Line -  Dízimos e Ofertas - Idolatria Evangelica

Livro On-Line - Santíssima Trindade Católica Apostólica Romana

Livro On-Line - Igreja nos Lares - Jornada pela Liberdade

· Estudos da Palavra de Deus - Apresentação
· Estudos da Palavra de Deus - Índice
· Livros Online - Estudos da Palavra de Deus
· Palavra de Deus - Mensagens
· Palavra de Deus - Temas
· Falsas Doutrinas da Palavra de Deus
· Perguntas e Respostas da Palavra de Deus
· Cânticos Livres
· Cânticos Livres - Download MP3
· Jornada pela Liberdade - Igreja nos Lares
· Não Sou Mais Presbítero
· Testemunho Cristão Evangélico
· Sergio Luiz Brandão - Perfil
· Contato
· Informativos - Cadastro
· Informativos - Cancelar
· Política de Privacidade
Brasil   www.blues.lord.nom.br - Brasil - São Paulo - Site Cristão Evangélico - 2004 ...